Share
Saúde e Bem Estar Há 1 ano 0 comentários

Comer batata frita no McDonalds pode livrar da calvície? há quem diga que sim



O que você fez quando seu cabelo caiu e começou aparecer o couro cabeludo? procurou por  caros ou "milagrosos"? e tiveram efeito?

Cientistas da Universidade Nacional de Yokohama dizem o que você pode que fazer. Dê uma corrida para ao restaurante e peça uma porção de batatas fritas.

Não ria, mesmo que pareça uma piada de mau gosto. Um estudo mostrou que um composto químico encontrados em batatas fritas, em especial do McDonalds, são benéficas para aqueles que estão sofrendo de calvície.

Os pesquisadores trataram ratinhos com dimetilpolissiloxano. Eles conseguiram produzir folículos pilosos em larga escala utilizando um recipiente de cultura com base em dimetilpolissiloxano. Assim, eles conseguiram criar 5.000 folículos, levando ao crescimento do cabelo após serem transplantados em ratos.

Como os testes em ratos foram muito bem sucedidos os cientistas dizem que o tratamento com certeza deverá funcionar em humanos.

Dimetilpolissiloxano é um composto químico à base de silicone utilizado em várias indústrias, como um agente de formação de espuma.

As batatas fritas do McDonald contem aromatizantes de carne "natural", ácido cítrico (E330), dextrose, pirofosfato ácido de sódio (E450), dimetilpolissiloxano (E900), t-butilhidroquinon (TBHQ) e sal.

  • Faça login para avaliar o artigo
PONTOS0
RECOMENDAR FAVORITO OFENSIVO 912 visitas
0 favoritos
0 votos

Fontes: Informação fornecida pelo usuário


Mozenga diz: o artigo é de minha autoria.

Variedades O que comer nos dias frios de inverno para perder peso rapidamente!
Saúde e Bem Estar A dieta mais simples! Como perder sete quilos em apenas alguns dias
Educação Anel antigo encontrado em Israel pode ter pertencido à Pôncio Pilatos
Saúde e Bem Estar Emagreça 500 calorias por dia com essas recomendações
Saúde e Bem Estar Veja como perder peso comendo batatas cozidas
Saúde e Bem Estar Blogueiras chocam com exageros em uso de ácidos em seus lábios
Faça login e seja o primeiro a comentar.
Comentar