Share
Saúde e Bem Estar Há 1 ano 0 comentários

Os pesquisadores encontraram a melhor razão para se comer chocolate

Todo mundo sabe que o chocolate torna as pessoas mais felizes, mas suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias o tornam um produto que ajuda o coração e a mente.



No congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, os especialistas de campo chegaram a uma conclusão sobre os consumidores de cacau: o consumo regular de chocolate reduz em um terço o risco de doenças cardiovasculares.

O doutor Oscar Franco e sua equipe na Universidade de Cambridge no Reino Unido realizaram sete estudos por 100.000 participantes, divididos pelo grau de consumo de chocolate.

Em cinco estudos, "os maiores níveis de consumo de chocolate foram associados com uma redução de 37% na doença cardíaca e uma redução de 29% no risco de AVC em relação à pessoa calculada com um consumo normal de chocolate ".

Cuidado com o excesso!


No entanto, os médicos recomendam o consumo moderado de chocolate, pois o excesso aumentaria o peso e aumentaria o risco de diabetes.

Para evitar esses efeitos colaterais, os pesquisadores recomendam a criação de chocolate com menos gorduras e menos açúcar. No entanto, ninguém sabe qual é a quantidade ideal que uma pessoa deva consumir para evitar o risco de doença cardíaca ou um acidente vascular cerebral.

  • Faça login para avaliar o artigo
PONTOS0
RECOMENDAR FAVORITO OFENSIVO 833 visitas
0 favoritos
0 votos

Fontes: Informação fornecida pelo usuário


Mozenga diz: o artigo é de minha autoria.

Comportamento O significado das horas: O que significa quando olha para o relógio e a hora é exata?
Saúde e Bem Estar A dieta mais rápida! Como perder quatro quilos em um tempo recorde
Saúde e Bem Estar Como ter uma pele lisa! A máscara facial para pele seca que você pode preparar em casa
Saúde e Bem Estar Segredo de como Meghan Markle consegue manter a pele perfeita é revelado
Religião Espiritualidade sem Misticismo: é possível?
Esportes Corredores de rua aumentam em todo o Brasil
Faça login e seja o primeiro a comentar.
Comentar